mar
17
2017

A nossa carne é de segunda

O Brasil não é seu povo, o Brasil é uma terra abençoada tomada por loucos. De onde viemos? Todos nós sabemos. Para onde caminhamos? Uma incógnita que aos poucos vai se desenhado aos nossos malandros olhos. Neste País lindo e exuberante, cada dia novo é data certa para novas anomalias sociais. Quando se pensa que já se viu de tudo, alguém ousa e se reinventa. Precisamos ser criativos, inovar, buscar o lucro, ser o melhor. Nem que para isso façamos jumento virar mortadela e papelão calabresa. A carne dos brasileiro é podre. Está no nosso sangue o germe da podridão da mais pura safadeza. Espantamo-nos com o espelho todas as manhãs que deparamos com um televisor ligado. Tudo se desmorona como se tudo fosse feito de açúcar. O que há de errado conosco? Por que buscamos sempre o caminho oposto? Que bicho complicado é este brasileiro, sempre à procura de um tal jeitinho. De tapa em tapa que damos nos volta como bofetadas na cara. Para alegrar este singular momento, um churrasco na laje, não importa a procedência dos produtos, tanto faz, pois fazer o quê se não conseguimos confiar em mais ninguém. Quando o grau de confiança é zero, o caos é cem por cento. Não desanime com o hoje, certamente o amanhã nos aguarda com novas e inéditas novidades. O espelho de cada brasileiro é o telejornal matinal.

Deixe um comentário usando sua conta do Facebook




Deixe um comentário usando o Formulário do Site