fev
13
2019

Água da Embasa é notícia e não sai da boca do povo

Alertamos há alguns dias em um texto sobre a água ofertada, ou vendida, pela Embasa aos paramirienses. Na ocasião, pessoas, e nós próprios, presenciamos impurezas e mau cheiro no líquido. De lá para cá, as reclamações só foram aumentando. Vários vídeos foram postados na internet. Aqui onde moro, após as queixas, a água melhorou bastante. Contudo, muitas pessoas continuam a queixar-se e a pôr vídeos da água nas redes sociais. Desta forma, chegou ao Legislativo municipal de Paramirim, a Vereadora Cleuziomar Lima dos Santos enviou um pedido de providência ao Promotor. Em Botuporã, o Vereador Glauber Magalhães Marques também enviou um ofício à Deputada Estadual Ivana Bastos, parece que por lá os problemas também são os mesmos.

Diante dos fatos e do que conhecemos sobre o caso, apontaremos algumas deduções. O volume de água do lado da Barragem do Zabumbão é baixo, cerca de treze milhões de metros cúbicos, nível alarmante. Mesmo assim o desperdício de água continua a todo vapor, os canais, regos continuam a inundar pasto. Está faltando sensibilidade, vamos esperar secar para tomar uma providência. Com o volume baixo e com a água suja que o rio Paramirim colocou no mês de dezembro de 2018, a água do lago ficou toda barrenta, agora já assentou e está mais limpa. Quem encosta na água da barragem, em certos locais, sente o cheiro forte de coisa podre. Água assim custa mais tempo e dinheiro para ser tratada. Um fato que há uns cinco anos já era de conhecimento, mas que todos se calam, é que a ETA da Embasa não consegue suprir a demanda, pois a mesma foi feita para x número de usuários, já deve ter dobrado este número faz tempo. O governo da Bahia, que teve quase cem por cento dos votos na região na última eleição, precisa ampliar o sistema de tratamento. Os prefeitos e as autoridades constituídas dos municípios que são abastecidos pela Embasa de Paramirim devem ir ao gabinete de Rui Costa exigir uma solução. Se não tomarmos uma atitude referente ao Zabumbão, a qualidade da água só irá piorar.

Lembrando de uma mensagem de um internauta no post que fizemos antes sobre a água da Embasa: “Hoje, ainda temos água suja e com cheiro; amanhã, talvez não teremos nada”.

Fica nosso alerta.

Deixe um comentário usando sua conta do Facebook




Deixe um comentário usando o Formulário do Site