out
3
2018

Barragem do Zabumbão em Estado de Alerta em vídeo

Assista ao Vídeo:

O lago da barragem do Zabumbão ainda tem um considerado volume de água. Segundo as notícias esta quantidade daria para abastecer as quatro cidades por um período de dois anos, se fosse apenas usada para esse fim, mesmo se não chovesse. A água que desce para irrigação é quatro vezes a quantidade retirada pela Embasa. A água do Zabumbão é pretendida pelo governo estadual para ampliar a distribuição dela pela Embasa para outros municípios do Vale do Paramirim. Tem um projeto de uma adutora para levar água até a cidade de Oliveira dos Brejinhos. O certo é que após a construção desta Barragem nenhum outro investimento foi feito pelo poder público na região para suprir a demanda que cresce ano após ano. O Zabumbão que aparece como solução para o governo, para os paramiriense começa a se tornar uma realidade que passará a um mero sonho. Com a adutora, adeus irrigação. Devemos também mencionar o fato das nossas nascentes estarem todas morrendo, vitimadas pelas atividades nefastas de nós humanos. Nossos rios já perderam toda a mata ciliar, estão todos assoreados, sujos, impregnados por esgoto. O lago tem como alivio as águas do Poção em Érico Cardoso, que é constante o ano todo, deixando um trecho do Rio Paramirim perenizado. A população assiste a tudo sonolenta, acha que a abundância de outrora será para sempre. O risco de racionamento cresce ano após ano. O lago nunca esteve tão baixo desde a primeira vez que sangrou. Os anos de chuvas em fartura ficaram no passado. Precisamos desatar as correntes da preguiça e salvar nosso ecossistema, pois sem ele não haverá vida.

A esperança é que Deus ilumine nossa região com uma temporada boa de chuvas, mesmo assim precisamos considerar nosso rio, nossas nascentes e a nossa barragem como bens a serem preservados e cuidados com muito carinho por todos nós. Deus sempre quer o bem dos seus filhos, mas os bons filhos cuidam bem do patrimônio do Pai. Nossos próximos passos deverão ser diferentes dos passos que demos até neste local que chegamos, necessitamos mudar e rever nossas atitudes, pois a evolução tecnológica veio para nos auxiliar neste sentido. A hora agora é de preservar e proteger nossas riquezas. Para começar carecemos dá o primeiro passo. Quem se habilita?

Deixe um comentário usando sua conta do Facebook




Deixe um comentário usando o Formulário do Site