Mostrando arquivos em "Caatinga"
jul
2
2014

João Bobo Nystalus maculatus

Ave conhecida popularmente como Fura-barreira, rapazinho dos velhos, macuru, apara-bala, bico-latão e joão-bobo, recebendo esse nome devido ao fato de confiar em sua camuflagem em meio à vegetação ficando parado ao ponto de passarmos próximo dele e às vezes não expressar nenhuma reação (por exemplo, voar). Entretanto para a ciência ele tem apenas um nome, […]

jul
2
2014

Aroeira da Caatinga

As aroeiras da nossa Caatinga estão lindas, todas em flores. Uma das árvores de maior importância deste bioma tem uma madeira de alto valor, o cerne é avermelhado e duro igual a ferro. Um desafio da nossa geração é preservar nossas árvores, pois a devastação do nosso Sertão está a todo vapor.

jun
29
2014

Tem uma árvore no meio do caminho

A cidade cresce, as ruas nascem, o verde some, no novo espaço que começa a aparecer coisas estranhas acontecem. Encontramos esta árvore bem no meio de uma rua. O leitor acha que qual das duas ganhará a luta: a árvore ou a rua? Quase cem por cento de acerto que a pobre árvore será ferida […]

jun
28
2014

Boi Catingueiro

Para sobreviver na Caatinga os animais têm que possuir qualidades inerentes as agruras de tal bioma. Como o período de chuva é pequeno, às vezes durante o ano sequer a chuva mostra o seu sabor, os animais se adaptam. Por aqui temos o Boi Catingueiro, bicho de porte relativamente pequeno, orelhas abertas e viradas para […]

jun
27
2014

Flor de borboleta

Uma flor de borboleta, que beleza bela, que cor fantástica, que magia nas asas, que vida extraordinária. De um ovo uma lava, da lava a lagarta, da lagarta um casulo, do casulo a metamorfose final. Brilha Natureza, mostra-nos o seu poder, faz-nos leves como as borboletas.

jun
20
2014

Pombinha

No Sertão temos uma variedade imensa de pássaros, temos em diversidade de cores e nos mais variados cantos. Enfeita está página uma pombinha, muitos a chama de Pombinha Branca. Possui um canto bonito e piedoso. A Natureza esbanja perfeição.

jun
19
2014

Árvores apaixonadas

Quanto tempo já se passou do nascimento destas duas árvores? Umas dezenas de anos. As gigantes que germinaram de umas pequeninas sementes cresceram dia a dia, venceram as bocas dos animais famintos, a cobiça humana pela madeira, driblaram os insetos. Nasceram juntas, cresceram juntas e desejam morrer juntas. Com toda esta convivência uma resolveu ir […]

Páginas:«1...200201202203204205206...229»