jan
3
2014

Cerca de Quiabento (Pereskia Zehntneri) – cerca viva

No Sertão uma alternativa muito boa e de grande desempenho é cercar a propriedade com o arbusto denominado por Quiabento. Esta planta tem em suas galhas um grande número de espinhos, seu crescimento é rápido e é muito resistente a seca. Se bem conduzida em pouco tempo a cerca torna-se impenetrável, o gado não consegue fugir e dificulta a entrada de intrusos.

Se todos nós usássemos esta técnica para fazer as cercas com o Quiabento, a fauna da região agradeceria imensamente, uma gama de insetos e beija-flores colhe o néctar das suas flores, outros animais comem os frutos e muitos pássaros fazem seus ninhos nos galhos, principalmente as pombinhas. O pior é que a grande maioria dos proprietários prefere a cerca convencional, a mesma que exige a derrubada da mata nativa para retirada dos esticadores. Precisamos incentivar e mostrar que a cerca viva feita com o Quiabento é viável e que ajuda na preservação da Caatinga.

A cerca mostrada nas fotos foi recentemente plantada, mas já dá para perceber como ficará daqui a alguns anos.

Deixe um comentário usando sua conta do Facebook




Deixe um comentário usando o Formulário do Site



4 Comentários Padrão+ Adicionar Comentário

  • Gostaria de saber qual a época serta de plantar no sertão.

    • Nos últimos anos foi de muita estiagem. Plantio bom é com irrigação. As chuvas por aqui são irregulares, por isso torna difícil cultivar em sequeiro.

  • Quiabento e Ora pro nobis seriam a mesma coisa? Pode-se comer o quiabento assim como se come o Ora pro nobis?

    • O fruto do quiabento tem um cheiro muito forte, enjoativo.