mar
12
2012

Fotos para a tela de seu Computador

Baixe fotos para a tela de seu Computador:

Igreja de Pau de Colher

Açude de Paramirim

Igreja Santo Antônio

Urubu

Pôr do Sol

Pedra de Santana

Lagoa de Paramirim

Praça do Funil

Cachoeira de Morro do Fogo

Beleza Animal

Paramirim

Érico Cardoso

Urubu

Carnaval no Balneário

Santo Antônio 2012

Morro do Pai Inácio

Cena Bucólica

Paramirim

Libélula

Folia de Reis

Flor de Primavera

Paramirim

Pássaro Baia

Cachoeira de Livramento

Barragem Zabumbão

Lagoa de Paramirim

Pássaro

Seca na Bahia

Paramirim

Urubu

Barragem Zabumbão

Igreja de Érico Cardoso

Praça Santo Antônio

Serra das Torres

Urubu

Lagoa de Paramirim

Serra do Cruzeiro

Érico Cardoso

Barragem Zabubão

Praça de Érico Cardoso

Bonito Vale

Paramirim

Barragem Zabumbão

Nosso Vale

Santo Antônio

Igreja Santo Antônio

Santo Antônio

Praça Santo Antônio

Torres

Serra e Lua

Pedra do Mocó

Flor Amarela da Caatinga

Deixe um comentário usando sua conta do Facebook




Deixe um comentário usando o Formulário do Site



1 Comentário Padrão+ Adicionar Comentário

  • Desde o bimbalhar dos sinos,da Capelinha do São José,passando pela Igreja do Rosário,Capela do Coração de Jesus,até a Igreja Matriz de Santo Antonio,ouvindo o som perfeito do bronze tinindo e cantando,nas novenas do Padroeiro,como é fácil te amar,Paramirim!Ao avistar tuas serras,com formas inigualáveis,lembrando-nos um deusa,adormecida,enquanto observa o teu céu,de um azul único,sem igual,que emoldura tuas paisagens de infinita beleza,onde as estrelas brilhantes ofuscam quaisquer diamantes.Tua Lagoa que perfuma o ar,com maria-preta e tabúas,cheiro de fragrância pura,atraindo para nossa alegria,as garças e os mutuns,que numa dança de vôos,clareia suas margens e águas,hipnotizando-nos as retinas.Teu Rio,que te empresta o nome,lava nossos corações,limpa e refresca nossas peles,num banho de sonhos,na cachoeira do teu açude,onde as espumas de tuas águas,nos embala como uma Mãe,que nos faz adormecer e acalmar,se algo perturbar nosso sono,eu te amo,Paramirim.Porque tens no ar,o mistério que te faz tão amada,que envolves no teu regaço,a quem de te se aproxima,enfeitiças,cobiças e prende a todos nós,numa ciranda que tanto cantamos,nas tuas praças,nas tuas Escolas,na tua história infantil,te amo,Paamirim.No embalo dos teus reizados,Siá Lió e seus Reis Magos,nas vozes masculinas inocentes ,com as danças da Querida,as correrias do Bumba Meu Boi,e o compasso da mulinha,teu folclore nos emociona,nos envolve tanto e tanto que os personagens vivem e se eternizam na nossa memória.Que orquestra se iguala,ao cantar do carro de bois,cheio de melancias nas feiras,nos dias de sábado,chiando,avisando que chegou abóbora,maxixe,feijão verde,o pequi,o umbu,o doce de umbu feito com rapadura,muito requeijão e manteiga de garrafa,eu te amo,Paramirim.Nas novenas do Padroeiro Forte,vozes ecoam cantos sacros,antigos e enlevantes,mergulho num passado tão presente,ouvindo os gritos de Maroto,nos leilões,ao fim das rezas,-”Quem dá mais na leitoa?”.Pirulitos e queimados de canela,munguzá ,caldinho e pastéis.Nos dias de trovoada,chuva fina e “gererê”,enxurradas vermelhas e caldalosas a correr pelos becos com alegria,cheiro de terramolhada no ar,é tempo de fartura no sertão,tudo refloresce e enverdece,os olhos dos teus filhos,serenos e esperançosos agradecem a natureza,como a terra assimmolhada,devolve os frutos germinados,só para ti,Paramirim.Acolhes no teusolo,nossos amores eternos,Mamãe,Papai,Tanina e Tunano,no teu seio adormecem,guardados por flores e graminhas,adubadas com seus oranismos,numa troca de carinho,agradecidos por serem teus filhos;Ampara-os no teu torrão,protegendo-os para sempre,eternamente te amarei,Paramirim.