out
5
2012

Por onde anda este Jogador: Gentil

Gentil foi um zagueiro do tempo que o amor pelo Futebol era coisa de outro mundo, na época que o povão, tanto da sede quanto da zona rural, aglomerava-se nas laterais do campo de terra para prestigiar e vibrar com o espetáculo. Gentil, mais conhecido por Gentilão, nasceu em Érico Cardoso (antiga Água Quente), faleceu e foi sepultado no mesmo Município. Jogador de altura mediana, forte, dentro de campo chegava junto, marcação em cima, no linguajar do esporte: bruto. Foi titular da Seleção de Água Quente, mas o time que ele defendia na cidade era o Vila Nova. Na foto, Gentil entraria em campo em jogo pela Seleção local, o Campo era o do Barreiro Fundo (hoje se encontra o hospital). Além da marcação pesada, outra marca desse zagueiro era a forte cabeceada, com as suas cabeceadas ele conseguia jogar a bola na área adversária. Teve um período que ele mudou para a cidade de Brumado, jogou um bom tempo pelas equipes de lá.

História de jogo:

Partida entre a Seleção de Água Quente versos a Seleção de Paramirim, a dupla de zaga era Dormário e Gentil, o campo, o da Lixa, Água Quente marcou um a zero, Paramirim cresceu no jogo. Dormário combinou com Gentil, a bola vinha e ele cabeceava para o lado, gentil levava ela até a beirada do campo e sentava o pé, a bola se perdia no mato, lá para o rumo da lagoa, demorava de voltar. O importante era a vitória. O torcedor de Água Quente gritava: “Bola para o mato, porque o jogo é de campeonato!”. Como a partida tinha apenas duas bolas, uma de cada equipe, porém neste jogo só ficou com uma, porque a outra um rapaz de Água Quente se encarregou de sumir com a mesma, desta forma o jogo foi se arrastando ao fim, a bola ficou mais fora de campo do que em jogo. Água Quente venceu por um a zero, mas a torcida de Paramirim não perdoou, começou a vaiar a equipe rival e a chamar os jogadores de “índios”.

Ele foi do tempo em que havia rivalidade no nosso futebol, o público participava em massa.

Se você conheceu, ou jogou contra ou ao lado de Gentil, deixe aqui o seu comentário. Se tiver alguma história e queira deixar registrada, o momento é agora, o lugar é aqui.

Deixe um comentário usando sua conta do Facebook




Deixe um comentário usando o Formulário do Site