Mostrando arquivos destcados com " Texto"
dez
22
2016

Quando os “critérios” promocionais são nebulosos

* Por Irlando Oliveira Em todo campo de atuação profissional nos deparamos com critérios de avaliação espúrios e levianos, constatando as suas ausências em raríssimos casos. E isso atinge tanto a iniciativa privada, quanto à pública, lamentavelmente! Alguns profissionais se destacam nos seus respectivos campo de atuação, merecendo o apreço e o respeito de todos! […]

dez
20
2016

Então é Natal!

* Por Irlando Oliveira Estávamos refletindo um pouco sobre o Natal e, aliado a ele, as confraternizações, amigos secretos, troca de presentes, enfim. Nessa época, em que se comemora o nascimento do Cristo, somos tomados pelo espírito de “fraternidade” e, ao que parece, temos que nos “confraternizar”! Esse é o modelo instituído! Nesse período, achar […]

dez
19
2016

Evolução moral e intelectual

* Por Irlando Oliveira Nos encontramos na família e no local que necessitamos para o nosso desenvolvimento. O planeta nos oferece oportunidades valiosas para evoluirmos na condição de espíritos imortais que somos. Aqui estamos para aprender e, consequentemente, para progredir, tanto no campo moral, quanto no intelectual. Pessoas há que priorizam a busca do conhecimento […]

dez
18
2016

Natal sem graça

A coisa não está nada boa, meu caro amigo. É de sangrar o coração. Penso, penso, penso e não chego a lugar algum. A situação minha é complicada, é muito difícil. Natal está chegando, falta poucos dias para esta importante data. Já fiz meu pedido ao Papai Noel. Pedi-lhe nada mais nada menos do que […]

dez
18
2016

Brasil: país onde a barbárie e a impunidade andam de mãos dadas

* Por Irlando Oliveira O nosso Brasil é um país bem peculiar e sui generis. Ultimamente, nos vemos surpreendidos com tantas notícias desagradáveis, as quais dão azo a pensarmos que aqui tudo é possível, pois não vivemos uma democracia, absolutamente, mas uma anarquia, uma anomia! Ontem, 17/12, na cidade de Três Corações/MG, em pleno desempenho […]

dez
15
2016

Monólogo de um acusado de furto

Por um momento, pensei que estava sonhando. Mas, agora, diante deste tribunal, vejo o quanto a realidade me apresenta como um funesto pesadelo. Estou neste lugar, acusado de cometer um furto. Para que tantos profissionais, apenas, para julgar um insignificante sujeito que por força da situação se viu obrigado a buli no que não lhe […]

dez
13
2016

Velórios nas pequenas cidades: hábitos e costumes que precisam ser revistos

* Por Irlando Oliveira Vivemos em sociedade e em razão disso sempre nos curvamos e nos rendemos aos hábitos e costumes do grupamento que compomos, os quais estão tão arraigados na estrutura social que muito dificilmente dele nos livramos. Vivemos sempre atendendo a esses “apelos” sociais, sem nos darmos conta de os avaliarmos detidamente, objetivando […]