ago
22
2018

Valderez Santos – Locutor de Cavalgada e Vaquejada

Assista ao Vídeo:

Deixe um comentário usando sua conta do Facebook




Deixe um comentário usando o Formulário do Site



1 Comentário Padrão+ Adicionar Comentário

  • Sou apreciador dos versos rimados dos Locutores de Rodeio, como Escritor e Poeta, não poderia ser diferente. Entendo que a rima rica dos decassílabos (versos decassilábicos), embelezam a poesia. Entretanto, os locutores ou narradores, têm exacerbado nas suas narrativas, cometendo ilícitos penais inclusive dentre outras contravenções. Durante os festejos realizados em Paramirim, tendo o Valderez como narrador, fiquei pasmo e estarrecido em ouvi-lo. Os seus versos que em determinado momento fugiam à métrica rimada (pé-quebrado), ofendiam as mulheres, estimulavam o racismo, provocavam desigualdade física entre as mulheres, desnudavam as mulheres, verbalizando as suas partes íntimas. No caso do vídeo acima na sua parte final ele faz apologia a pedofilia. ISSO É INACEITÁVEL ! Ele faz isso durante a sua locução pública em carro de som pelas ruas e avenidas de Paramirim, bem como durante os movimentos no Parque de Exposição.
    Tal atitude nefasta e inconsequente, ofende a dignidade da pessoa humana, com violação das normas penais. Torna-se uma cacofonia, uma verborragia , daquelas que além de nos causar nojo, ofende o olfato intelectual.

    Estamos há aproximadamente 20 dias do aniversário de Paramirim. Certamente, grandes festejos acontecerão, dentre esses a vaquejada e demais festividades cowtring, onde se faz indispensável a presença de bons locutores. Entretanto, neste ensejo, sugiro aos organizadores dos festejos que alertem ao Valderez ou outros locutores de que sejam educados, respeitadores do pudor e moderem seus versos, pois em respeito às famílias, crianças, idosos e adolescentes, irei comunicar ao Ilustre Ministério Público Estadual, através da Promotoria de Justiça da Comarca de Paramirim e o Conselho Tutelar para que fiscalizem tais locuções, coibindo a indecência desses ofensivos versos, bem como aplicando a Lei em caso de desobediência.

    É inaceitável que na Terra de Poetas e Intelectuais, – dentre esses o atual Prefeito Gilberto Brito, inclusive autor do belo Hino à Terra Mater, e de poesias que realçam a beleza do sertão e dos tenazes habitantes dessas áridas plagas nordestina -, se possa admitir que sejam publicitados versos libertinos que denigrem a Obra Prima da Criação Divina – A MULHER!

    DÉLIO MARTINS
    Escritor